Observatório Social do Brasil – São Leopoldo apresenta 2º Relatório Quadrimestral de 2018

Publicado para | Destaque | Secundário em 11 de outubro de 2018 17:00

No dia 10 de outubro, o Observatório Social do Brasil – São Leopoldo reuniu voluntários, convidados e interessados, para apresentar as atividades listadas no 2º Relatório Quadrimestral de 2018. O presidente do Observatório Social, Fernando Tamujo, assinalou a importância de organismos como este, que estão participando do processo de cidadania de maneira ética e apartidária, visando o bem comum. Destacou a importância dos voluntários para o sucesso das atividades, que dispensam tempo e conhecimento em prol do desenvolvimento de um novo modo de pensar em agir sobre a gestão pública dos recursos financeiros.

Eduardo Werneck, diretor de Produtos e Métodos, fez a análise das atividades e dos dados do período. Dentre elas, ele ressaltou a solicitação de inclusão de informações no Portal da Transparência do município e citou a Licitação 015/2018, na qual foi pedida a adequação dos preços orçados, o que gerou uma economia de R$ 67.254,30

Já sobre a Licitação 024/2018, o OSB pediu a inclusão de sinalização e Prevenção de Acidentes nos locais de realização dos serviços de Desinsetização, Desratização e Limpeza de Caixa D’Água.

Conforme o relatório foi monitorado 29 das 36 licitações do Executivo e da FMS (Fundo Municipal de Saúde). O valor total licitado foi de R$ 5.983.973,45. A compra por dispensa ficou em R$ 258.301,30, sendo que, destas as 64 efetuadas, apenas 17 são do município.

O monitoramento do OSB/SL percebeu que apenas 12% das empresas participantes das licitações são do município, sendo que somente 11% das vencedoras são locais.

As próximas ações programadas pelo Observatório Social do Brasil – São Leopoldo estão o início do monitoramento das licitações do SEMAE e legislativo, onde também haverá o acompanhamento da produção. A capacitação das micro e pequenas empresas para que possam participar dos processos licitatórios também está na grade de projetos.

Werneck concluiu que estão mantidas na pauta ações para a sustentabilidade financeira do Observatório Social e a realização de novas parcerias para ampliar o espectro das suas atividades.

 

ACESSE AQUI o relatório completo.

ObservatórioSocial de São Leopoldo

O Observatório Social do Brasil é uma instituição não governamental, sem fins lucrativos, disseminadora de uma metodologia padronizada para a criação e atuação de uma rede de organizações democráticas e apartidárias do terceiro setor. A Rede OSB é formada por voluntários engajados na causa da justiça social e contribui para a melhoria da gestão pública.