Observatório Social será palestrantes no 2° Seminário de Transparência de São Leopoldo

Publicado para | Destaque | Secundário em 09 de agosto de 2018 16:17

O presidente de Comitê Gestor Permanente de Transparência, Diego Specht, em reunião realizada na manhã da segunda-feira, 6 de agosto, com o vice-presidente de Produtos e Métodos do Observatório Social de São Leopoldo, Eduardo Werneck, oficializou o convite à entidade para participar do 2º Seminário de Transparência – Teoria e Pratica que será realizado no dia 27 de setembro na Escola de Gestão Pública da Prefeitura de São Leopoldo. O Observatório Social é uma entidade sem fins lucrativos que visa despertar o espírito de Cidadania Fiscal na sociedade organizada, afim de torná-la proativa, exercendo a vigilância social na sua comunidade, e contribuir para a eficiência da gestão pública, através do controle social em sinergia com os órgãos oficiais de fiscalização.

Para Eduardo Werneck, o Seminário retrata a preocupação da atual gestão em se alinhar com as novas diretrizes que regem a transparência das contas públicas. “O Observatório Social de São Leopoldo sente-se honrado em participar desse 2º Seminário de Transparência promovido pela prefeitura. Mais do que nunca, a sociedade vem exigindo conhecer e acompanhar as ações do poder público, e a própria criação do Observatório é uma prova disto. Consideramos de suma importância a participação dos colaboradores, não só da prefeitura, mas também das autarquias, nesta iniciativa da Prefeitura de São Leopoldo”, destacou Werneck. Já para o Ouvidor Geral do Município e Presidente do Comitê, Diego Specht, o objetivo central do Seminário é despertar, através das temáticas abordadas, a importância da conscientização da transparência não só aquelas ligadas aos atos governamentais, mas, também, àquelas que se relacionam ao fluxo de informação interna. “Percebemos que a questão da transparência é muito mais abrangente do que apenas a publicidade e divulgação das ações do Governo, mas está intrinsecamente ligada aos processos administrativos internos que muitas vezes esbarram na burocracia, tornando a eficiência dos serviços prestados pelo município muito mais moroso”, lembrou Specht. Participaram da reunião: Diego Specht – Ouvidor Geral do Município e Presidente do Comitê Gestor; Eduardo Werneck – VP Produto e Método do Observatório; Aléxon Gabriel – Chefe de Gabinete da Ouvidoria Geral; Marcia Bresolin – Coordenadora Executiva do Observatório e Amara Martins Ramos – Colaboradora do Observatório.

Fonte: Site da Prefeitura Municipal de São Leopoldo

ObservatórioSocial de São Leopoldo

O Observatório Social do Brasil é uma instituição não governamental, sem fins lucrativos, disseminadora de uma metodologia padronizada para a criação e atuação de uma rede de organizações democráticas e apartidárias do terceiro setor. A Rede OSB é formada por voluntários engajados na causa da justiça social e contribui para a melhoria da gestão pública.